segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Vazio

Há momentos, que não há pensamentos, só um branco, um torpor, um vazio.
Nesses momentos, aproveitar o doce embalo de flutuar no nada e se deixar levar.
Distanciar da vida, das dores, dos problemas.
Ser, somente, nada mais que ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário